sexta-feira, 2 de novembro de 2012

UMA NOVA ESPIRITUALIDADE



Da última vez que falamos sobre os segredos da espiritualidade referimos que existem três categorias de ouvintes, três categorias de participantes, a primeira das quais será a daqueles que não ouvem muito bem; estão presentes, à espera de algo que lhes aconteça de miraculoso, mas vão-se embora sem recordar muita coisa e decerto não farão coisa alguma nem notarão qualquer diferença com base no que tiverem experimentado. Depois há um segundo grupo que ao contrário, fará anotações incrivelmente copiosas, e depois vão para casa e memorizam esse material e serão capazes de se erguer e de o recitar na perfeição. E aplicarão, ou pensam que aplicarão aquilo que tiverem anotado, tanto a informação quanto as ideias, mas isso não produzirá nada, excepto a frustração e um lamento quanto à razão porque não funciona para eles. 

Mas depois há a terceira categoria, aqueles que fazem algumas anotações aqui e ali, ou que poderão não fazer de todo, mas para quem isso não será o aspecto importante, e que poderão aprender e memorizar certas coisas, mas também poderão não o fazer, por mais uma vez isso não ser importante para eles, mas para esses da terceira categoria, escutar o que é dito pelas palavras e por entre as palavras, e participar, agita-lhes qualquer coisa por dentro, algo muito antigo; e quer tenham memorizado ou não, esses mudarão. Mas o que é chave aqui está em que vocês já decidiram a categoria em que se vão inserir. Já definiram essa decisão, e se forem sinceros convosco próprios saberão em que posição se encontram...
Vocês estão a mudar no todo, enquanto consciência do planeta, ou da terra, ou como quiserem defini-lo, e há um movimento em marcha que muitos de vós conseguem senti-lo por terem sido sensibilizados para isso. Trata-se de um fenómeno generalizado, que é sentido a diferentes níveis, e por formas diferentes, um fenómeno universal que está a ocorrer com o vosso planeta, e em certa medida vocês estão a sair de um túnel, estão como que a sair das nuvens, em que aquele primeiro raio de luz que irrompe a seguir à tempestade, como quando saem de um quarto escuro, é demasiado brilhante e pode levá-los a não ver com clareza, mas gera uma sensação acerca disso, uma elevação, um alívio da carga, e se observarem a vossa vida individual e a vossa vida global verificarão que estão a sair daquele escoamento...

Está a verificar-se uma mudança de consciência generalizado para um nivelamento de uma perspectiva mais optimista, mais positiva - não muito, temos que o admitir - uma mudança mesmo assim, que está a ter início e que sofrerá um crescendo a seu tempo, mas que por ora opera em silêncio.
Estão a sair de uma certa cegueira, de uma certa opressão, de um certo fardo de uniformidade que têm vindo a carregar, muitos de vós, há muitos anos. E não sabem muito bem o que fazer com isso mas seja como for sentem-se mais vivos, mais leves, à semelhança do refrão "As coisas importantes sucede apesar de tudo." As coisas importantes surgem de forma óptima embora por mim não saiba descobrir nem dizer como nem porquê ainda, mas sente-se aquela sensação na vibração. E assim é; uma volta foi dada e uma mudança significativa, há muitos nos atrás. Esta mudança particular não é tanto inesperada quanto foi antecipada, mas seja como for está aí...

Daí que talvez seja adequado que falemos sobre alguns destes segredos da espiritualidade, e os delineemos de forma bem directa. No ano passado quando falamos acerca desses segredos sugerimos que não os iríamos apresentar de forma directa, mas que o apresentaríamos por entre as palavras e por entre as linhas...

Mas hoje vamos delineá-los em detalhe, e referir que existem sete segredos particulares, alguns dos quais conhecem, alguns dos quais não conhecem, todos quantos porventura nunca se lhes afloraram à consciência desta forma particular. E vamos apresentá-los de forma mais directa por estarem mais capacitados a entendê-los de forma mais potente e estarem capazes de trabalhar com eles agora. Mas enquanto líderes que são têm uma certa responsabilidade em acatar e em trabalhar a informação sem alegarem ignorância nem inocência, por não serem nada disso.

Em boa verdade, para compreenderem o que esses segredos sejam da espiritualidade precisam saber em que consiste essa espiritualidade; esse relacionamento vivo e vibrante que têm com Deus, com a Deusa, com o Todo, e para conseguirem precisam antes de mais desobstruir as imagens que estão por trás das palavra "espiritual" e "espiritualidade" e de seguida precisam passar para a área da revelação e da descoberta do que é esse Deus, Deusa, Totalidade com que têm essa relação viva e vibrante. Só que não vamos falar disso nesta tarde, por já o termos feito anteriormente. 

Por onde vamos querer começar e onde vamos querer chegar é examinar quais serão esses passos que dão para esse domínio da espiritualidade, para se tornarem numa pessoa espiritual. E daí vamos analisar a implicação e a aplicação mais profunda e alguns dos aspectos mais delicados que comporta. E para além disso, vamos também querer fazer menção dessa coisa chamada jornada espiritual a que já fizemos referência com base na suposição de que o entendiam - por uma parte de vós entender. E quando referimos que vocês estão numa jornada espiritual e que estão a progredir, uma jornada rumo à vossa origem espiritual ou lar, vocês sabem a que nos referimos, embora se eu lhes perguntasse do que trata essa jornada se vissem perdidos por falta de palavras, por não ser algo que possam verbalizar mas algo que precisam sentir intimamente, e terem uma parte de vós que conhece e que recorda. 

Mas hoje queremos detalhar essa parte da jornada de forma mais clara, não tanto os passos específicos que dão nessa jornada, mas detalhar os platôs, os pontos de paragem, e num certo sentido os limites, de forma que consigam operar dentro de certas linhas de orientação, e quando atingirem um certo ponto poderem ter noção d estarem de facto a avançar em frente nessa jornada particular. E para que isso lhes faculte aparência de possibilidade de medirem a situação em que se encontrem nessa jornada. Não para que se possam comparar com a pessoa que está sentada junto a vós nem com os colegas do emprego, mas para terem uma noção do vosso próprio saber...

E assim, para começarmos queremos examinar esses passos da espiritualidade, esse processo de criação da ambiência, da criação da definição e da configuração para a emergência da nossa natureza espiritual e essência da nossa espiritualidade.

O primeiro passo que temos referido frequentemente, o qual tem quatro componentes, e onde poderão começar por qualquer deles

(continua)
Transcrito e traduzido por Amadeu António

Sem comentários:

Enviar um comentário