sexta-feira, 2 de novembro de 2012

SETH FALA SOBRE A SAÚDE E A CURA




Traduzido por Amadeu António
Contrariamente à opinião habitual, períodos de saúde precária constituem muitas vezes mais o resultado de manipulações egoístas do que de manipulações subconscientes. Deixais-vos preocupar demasiado com situações de cariz egoísta, e impedis o ser interior ed actuar.
Precisais observar os quadros que pintais com a imaginação, por concederdes à vossa imaginação demasiada rédea solta...Vós formais materializações físicas dessas realidades na vossa própria mente. Se imaginardes circunstâncias lúgubres, uma saúde precária, ou uma solidão desesperada, elas materializar-se-ão automaticamente, por esses pensamentos produzirem as condições que lhes irão dar realidade em termos físicos. Para gozardes de boa saúde, precisais imaginar isso de uma forma tão vívida quanto atemorizados imaginais o contrário.
Seth Material
A consciência do corpo é de facto independente. Em larga medida, os seus próprios mecanismos de defesa protegem-no das crenças negativas da mente – pelo menos em larga medida. Conforme mencionei anteriormente, quase todas as pessoas passam do dito estado de enfermidade novamente para um estado saudável sem jamais se darem conta das alterações que se tiverem instaurado. Nesses casos a consciência do corpo opera de forma desimpedida por parte das expectativas ou dos conceitos negativos.
The Way Toward Health
Muitas ocorrências corporais que encarais na vossa sociedade como negativas – certos vírus, por exemplo – são, em vez disso, concebidos como dispositivos autocorretivos, tal como a febre na realidade promove a saúde em vez de a obstar.
The Way Toward Health
O caminho rumo à saúde constitui a própria simplicidade, e consiste no modo mais natural e simples de conduta, contudo, esse modo de conduta natural é muitas vezes bastante difícil de compreender por parte do intelecto, uma vez que o intelecto tende a gostar de representar complicações e a resolução de problemas. Por isso, para o intelecto é frequente parecer ridículo imaginar que a resposta a uma questão resida na própria questão... Torna-se perfeitamente aceitável estabelecer planos para o futuro, no entanto cada indivíduo devia viver o dia-a-dia, sem se preocupar com o resultado desses planos. O corpo físico é unicamente capaz de reagir no momento presente. Preocupar-se com eventos futuros ou permanecer nas situações desfavoráveis do passado só confunde os mecanismos corporais, e mina a actividade precisa que têm no presente momento.
The Way Toward Health
É perfeitamente correcto fazer planos para o futuro, no entanto cada um deveria viver dia-a-dia, sem se preocupar com o resultado desses planos. Não estou a dizer que alguém deva fingir que circunstâncias desfavoráveis não tenham por vezes existência, ou que não possam deparar-se-vos no passado, no presente, ou o futuro. Todavia, é igualmente verdadeiro que os acontecimentos desvantajosos ocorrem com uma frequência muito maior do que os negativos – de outro modo o mundo que conheceis simplesmente não existiria, e teria desaparecido na agonia da destruição ou da calamidade.
The Way Toward Health
Tanto quanto possível, por diversão (sublinha duas vezes) imaginai as vossas preocupações a flutuar para longe. Poderá servir de ajuda imaginar balões, um rotulado como segurança, outro rotulado como saúde, etc. – e em seguida imaginá-los a flutuar para longe ou a abrir-se num estalido, ou seja lá o que for. Uma vez mais, isso deve ser empreendido de uma forma divertida. Podereis surpreender-vos, de tão deliciados que ficareis qual uma criança na posse de um novo jogo.
The Way Toward Health
Existem inúmeros estados de saúde, desde o de uma elevada exuberância pura e energética até à letargia e ao desconforto. De facto existe um quase infinito número de estados ligados ao estado da saúde. Podíeis inventar um modo completamente distinto de considerar a natureza humana por meio da enumeração e da definição de cada um desses estados. Em vez disso, claro está, a vossa sociedade escolheu reconhecer e definir todos aqueles estados que são prejudiciais para a saúde – estados que são reconhecíveis pela ausência de saúde num ou noutro grau.
The Way Toward Health
Eu não quero dizer que o exercício seja prejudicial para a saúde. É verdade, contudo, que a razão por que vos exercitais é realmente mais importante do que os exercícios que desempenhais. A razão pode promover-vos a saúde ou, na verdade, prejudicá-la.
The Way Toward Health
As ideias que tendes sobre a vossa própria saúde são ainda mais importantes do que os passos que dais para a promover.
The Way Toward Health
Muitas doenças são na verdade processos que promovem a saúde. A varíola, o sarampo, e outras doenças semelhantes que acontecem na infância inoculam à sua maneira o organismo, de modo a que ele seja capaz de lidar com outros elementos que fazem parte do corpo e do ambiente do organismo. Quando as crianças civilizadas são inoculadas em termos médicos contra tais doenças, todavia, geralmente não revelam os mesmos sintomas, e em grande medida os processos naturais de protecção são impedidos.
Tais crianças podem não acabar com a doença contra a qual tenham sido protegidas em termos médicos, nesse caso – mas poderão efectivamente tornar-se presa de outras doenças mais tarde na vida que de outro modo não teriam ocorrido.
The Way Toward Health
Não quero dizer que as crianças doentes não devam ser tratadas com cuidado, e talvez um pouco de atenção especial – mas a recompensa deveria ser dada pela recuperação da criança, e esforços deveriam ser empreendidos para manter a rotina do jovem tão normais quanto possível... As crianças contudo, podem estar bastante cientes do facto de terem querido ficar doentes, quer para evitar a escola, ou um exame, ou a aproximação de um acontecimento familiar temido. Contudo, em breve aprendem que tal autoconsciência não é aceitável, pelo que começam a fingir ignorância, aprendendo rapidamente a dizer a si próprias em vez disso, que têm uma irritação ou um vírus, ou que terão apanhado uma constipação, aparentemente sem nenhuma razão para tal. Os pais frequentemente favorecem tal comportamento. Alguns acham-se simplesmente demasiado ocupados para questionarem a criança acerca da própria doença. Torna-se demasiado simples dar uma aspirina à criança, e mandá-la para a cama com uma água tônica e um livro de colorir. Tais procedimentos infelizmente furtam a criança da importância do autoconhecimento e da compreensão. Começam a sentir-se vítimas desta ou daquela desordem. E como, desde logo, não têm a menor ideia de terem causado o problema, também não chegam a perceber que possuem o poder de corrigir a situação. Se entretanto forem recompensados por tal comportamento, então a pressão far-se-á menor, razão porque surtos de saúde precária ou de enfermidade poderão tornar-se num modo de chamar à atenção, situações de favor, e recompensas... Os pais que têm consciência desses factos podem começar a ajudar os filhos em qualquer idade tenra perguntando-lhes simplesmente pelas razões para a enfermidade que apresentam. Uma mãe poderá dizer: Não precisas ter febre para evitares a escola, ou como uma maneira de obteres atenção e amor, por te amar em qualquer caso. E se existir um problema qualquer na escola, podemos resolvê-lo juntos, pelo que não precisas de fazer por ficares doente.
The Way Toward Health
A exuberância e um sentido de vitalidade estão sempre presentes num grau ou noutro. Certa gente tem uma constante noção da própria alegria independentemente das circunstâncias. Sente-se segura e protegida mesmo quando os acontecimentos das suas vidas parecem não ser favoráveis. Independentemente das dúvidas e preocupações que tem, essa gente sente-se apoiada, e sente que no fim tudo operará em sua vantagem. Muita outra gente, todavia, perde esses sentidos de segurança e de abundância de vista e poderá parecer como se a alegria no viver fosse um atributo apenas da juventude. Contudo, basicamente a exuberância e a alegria nada têm que ver com o tempo ou a idade, e podem ser expressadas de modo tão vívido e belo aos 80 como aos 8. Contudo, para vastos segmentos da população, parecerá como se a alegria e a saúde constituam atributos fugazes que são expressados por breves instantes na infância, e a seguir perdidos para sempre.
Existem, todavia, inúmeras formas de reclamar alegria no viver, e ao fazer isso, a saúde física poderá ser reclamada por aqueles que descobrem estar carentes dela na sua experiência.
A qualidade da vida é intensamente importante e em larga escala dependente de um sentido de bem-estar e de autoconfiança. Conquanto esses atributos obtenham expressão no corpo, também têm existência na mente mas existem algumas crenças embaraçosas que impedem o bem-estar mental e físico. Não vamos concentrar-nos nelas mas examiná-las em vez disso, de modo que cada pessoa possa compreender o relacionamento existente entre as crenças desditosas e deficientes e a saúde precária, por através da compreensão dessas ligações o indivíduo poder voltar a experimentar a enorme variedade mental possível. Ninguém está à mercê, digamos, em face de crenças negativas. Ele ou ela poderá uma vez mais aprender a definir escolhas, e desse modo aprender a optar por conceitos positivos, de modo que se tornem tão naturais quanto as crenças negativas anteriormente o terão sido.
Um dos enormes inconvenientes ao bem-estar físico e mental é a infeliz crença de que a situação desfavorável esteja destinada a tornar-se pior em vez de melhorar. Tal conceito sustenta que toda enfermidade piorará, que toda a guerra conduzirá à destruição, que todos os perigos conhecidos serão defrontados, e que basicamente o resultado final da existência do homem venha a ser a extinção. Todas essas crenças impedem a saúde física e mental, minam o sentido de alegria e da segurança natural do indivíduo, e forçam-no a sentir-se uma vítima infeliz dos acontecimentos externos que parecerão dar-se a despeito da sua vontade e da sua intenção.
As ideias que acabei de referir têm proeminência na vossa sociedade, e vez por outra regressam para vos enegrecer os sentidos de alegria e de expectativa. Torna-se sobremodo importante que sejam reconhecidas, quando surgem. Por ora, tal reconhecimento por si só poderá clarear-vos a mente e as ideias.
A sociedade estaria muito melhor se o homem rotulasse os inumeráveis níveis da saúde física em vez de dignificar os conceitos negativos ao lhes atribuir designações e classificações.
The Way Toward Health
Para uma criança, brincar e trabalhar são comummente a mesma coisa, e os pais podem utilizer jogos imaginativos como uma forma de reforçarem ideias de saúde e de vitalidade. Quando a criança se mostra mal-disposta ou debilitada, ou sente uma dor de cabeça, ou apresenta uma desordem que não pareça ser séria, os pais podem utilizer a seguinte ideia: Levar a criança a imaginar que estejam a ministrar-lhe uma pastilha que a deixe cada vez melhor. Façam com que a criança abra a boca enquanto lhe colocam a pastilha imaginária na língua, ou levem a criança a imaginar que pegue na pastilha e a coloca na boca. A seguir deem à criança um copo de água para empurrar a pastilha, ou façam com que vá buscar a água ela própria. Depois façam com que a criança cante, digamos, três vezes, “Eu tomei uma pastilha que me vai deixar cada vez melhor, pelo que em breve vou ficar cada vez melhor.”
Noutros casos de enfermidade de criança, levem a criança a brincar um jogo de cura, em que se imagine completamente saudável de novo, a sair para for a de casa e a brincar. Ou levem-na a imaginar uma conversa com um amigo em que descreva a doença como passado, por se ter desvanecido. A brincadeira também pode ser usada nos lares dos idosos, por poder revitalizer sentimentos de espontaneidade e dar à mente consciente um repouso da preocupação.
The Way Toward Health
As razões para as moléstias acham-se quase sempre presents na experiência de vida – e embora antigos eventos da infância possam ter tido origem num comportamento doentio activado, são as actuais crenças que permitem que velhos padrões de actividade operem.
The Way Toward Health
Os pensamentos e crenças que pretendemos voltar a despertar são aqueles que habitualmente predominavam na infância… São crenças espirituais, emocionais, mentais e biológicas que se acham inerentemente presents no nascimento de toda a criatura. As crianças creem não só que venha a existir um amanhã, muitos amanhãs, como também creem que cada um desses amanhã será recompensador e repleto de descoberta. Elas sentem-se sentem-se alojadas numa sensação geral de segurança e de protecção, mesmo em face de uma situação ou ambiente desagradável. Sentem-se atraídas para outras pessoas e outras criaturas, e por sis só confiam nos contactos que têm com os demais. Possuem um sentido inato de satisfação própria, e sentem instintivamente que seja bom e natural explorarem e desenvolverem as suas capacidaes. Contam que os relacionamentos sejam recompensadores e contínuos, e esperam que cada evento evnha a ter os melhores resultados possíveis. Apreciam comunicar, a busca do conhecimento, e acham-se repletas de curiosidade. Todas essas atitudes proporcionam a força e a saúde mental que promove o seu crescimento e desenvolvimento físico. Por mais simples que tais ideias possam parecer ao adulto, ainda comportam em si o poder e o ímpeto necessários que preenchem todas as partes da vida. Mais tarde, crenças conflituosas muita vez sufocam tais atitudes anteriores, de modo que por altura em que a criança tenha crescido quase venha a apresentar um conjunto oposto de hipóteses, hipóteses que tomam como certo que qualquer situação desgastante piorará, de que a comunicação com os outros é perigosa, que a realização pessoal acarreta a inveja e a vingança dos outros, e de que enquanto indivíduos vivem numa sociedade insegura, por se verem no meio de um mundo natural que é selvage, cruel, e que só se importa com a sobrevivência própria seja a que preço for.
The Way Toward Health
É possível que as ideias provoquem reacções químicas que impeçam a capacidade do corpo de acolher o alimento. Se acreditarem que o corpo seja coisa má, o alimento mais puro e saudável de pouco lhes valerá, conquanto se tiverem um desejo saudável e respeito pelo vosso corpo físico, uma dieta composta de pratos da TV, ou mesmo a “comida de plástico” dos fast foods bem os poderão manter saudáveis  e nutridos.
The Way Toward Health
O corpo muitas vezes desgasta-se por ser cada vez menos usado – e isso deve-se a que pouco estudo se faça quanto às verdadeiras capacidades do corpo físico saudável nos últimos anos de vida. Esse período contem igualmente certos ritmos nos quais porcessos normais de cura são altamente acelerados, e a força vital não se desgasta ou diminui no corpo. A sua expressão poderá ser impedida em qualquer altura, mas a energia única de cada indivíduo não é drenada somente devido à velhice.
The Way Toward Health
É igualmente verdade que pessoas que habitualmente gozam de óptima saúde que muitas vezes contemplam o suicídio já se tenham afastado do mundo a um grau significativo. Até mesmo os seus sentidos físicos parecerão turvos, a ponto de muitas vezes buscarem cada vez mais estímulos. Essas mesmas atitudes tornam-se aparentes em menor grau e em diversas medidas em períodos de doença corporal ou mental, ou em situações de vida de insatisfação. Se forem uma dessas pessoas, todavia, há igualmente outros passos que poderão dar. Projectem-se num future satisfatório. Recordem a vós próprios de que o future existe de facto caso o queiram, e que poderão alcançar esse future tão facilmente quanto chegaram do passado até ao presente.
The Way Toward Health
O mundo natural em si mesmo constitui uma entrada para outras realidaes. Não precisam tentar apagar o mundo físico nem a vossa consciência ordinária, para poderem alcançar o conhecimento necessário que conduz a experiências ou a uma saúde vibrante.
The Way Toward Health
Os níveis inconscientes do ser só são inconscientes do vosso ponto de vista. Na verdade são bastante conscientes, mas por lidarem com os processos espontâneos do corpo, acham-se completamente fammiliarizados  com o vosso próprio estado de saúde e bem-estar. Também podem comunicar com essas porções. Uma vez mais, descontraiam tanto quanto possivel. Sentem-se confortavelmente numa cadeira ou repousem sobre uma cama. Uma cadeira será porventura preferível, já que se torna fácil cair no sono se estiverem deitados. Poderão referir-se a essas porções do ser no seu todo como o ajudante ou o professor, ou como quiserem. Basta fazer um pedido directo, e pdeir que alguma imagem ou quadro lhes seja apresentado na vossa mente interior, que sirva de represntação daquelas porções da vossa natureza interior. Por conseguinte, não se deixem surpreender, por poderem ver uma pessoa, uma animal ou mesmo uma paisagem – mas confiem na imagem que receberem. Se parecer que seja o de uma pessoa, ou de um anjo, então peçam-lhe que lhes fale, e que lhes diga de que modo melhor se poderão livrar da vossa doença ou problema. Se em vez dela surgir a imagem de uma paisagem, nesse caso peçam uma série de imagens dessas, que uma vez mais, de algum modo apontem o caminho para a recuperação, ou para a resolução do problema. De seguida deem seguimento à resposta que receberem. Em todos esses casos estarão a abrir as portas à Estrutura 2, e a limpar os vossos canais de comunicação. Dado que o vosso corpo físico é compost da mesma energia impele o universo então não existe neda em vós de que essa energia não tenha consciência. A simples repetição dessas ideias a vós próprios poderá resultar na libertação da tensão, e uma aceleração do processo de cura.
The Way Toward Health
Antes dos problemas se revelarem, verifica-se sempre uma perda do respeito próprio ou da expressão.
The Way Toward Health
É, infelizmente muita vez – mas nem sempre – verdade que as pessoas que tê fortes sentimentos religiosos se vêm habitualmente mais incomodadas do que o habitual por falta de saúde e por dilemas pessoais. O facto está em que as religiões têm sido os portadores de algumas das melhores ideias que o homem tem acolhido – mas também se têm mostrado do mais obstinado relativamente a conceitos problemáticos que têm afligido a humanidade.
The Way Toward Health
…doenças físicas muitas vezes de natureza grave, ou falta de saúde crônica, podem muita vez ser vistas com um indicador de que o indivíduo envolvido no turbilhão, no centro do seu ciclo reincarnatório no vosso plano.
The Early Sessions, Book 2
Essa é uma das razões porque as sugestões de saúde usadas imediatamente antes de adormecerem são tão eficazes. Aliás, cosntituem um excelente exercício. A expectative também os pode ajudar.
The Early Sessions, Book 4
Contudo, existe uma vasta diferença entre um estado generalizado livre da doença e uma estado de saúde exuberante, em que o eu interior e exterior se encontrem em perfeita sintonia. Tal estado está longe de ser impossível, e faremos que o alcances. As regras que te dei constituem uma necessidade absoluta caso esse estado deva ser alcançado. Mas é somente nesse estado que o eu interno pode utilizar as suas capacidades.
The Early Sessions, Book 4
Aquele teste principal a ser aplicado a estas sessões, ao meu conselho e ao material é o seguinte: As sessões, o material e o novo conhecimento deve transformer-lhes o ambiente físico e psíquico, a vossa saúde e todos os aspectos da vossa vida interior e exterior para melhor.
The Early Sessions, Book 6
A vossa consciência desperta participa somente em projecções por regra quando se encontram num período de elevada vitalidade, e gozam de uma saúde excepcional. De  vez em quando, a consciência desperta participa durante outros períodos geralmente bastante deprimentes. Mas em termos gerais, é requerida uma elevada energia para poderem manter uma estabilidade generalizada, e para que o ego não exagere demais… Dá-se o mesmo com a retenção consciente dos sonhos. Tu estás de facto a exercitar aquilo que equivale a uma capacidade adicional.
The Early Sessions Book 6
Contrariamente à opinião habitual, períodos de más condições de saúde resultam habitualmente de manipulações egoistas em vez de subconscientes. Preocupam-se demais com situações que dizem respeito ao ego e dificultam o eu interior.
The Early Sessions Book 7
A identidade não se acha mais limitada apenas ao ego exterior. O ego exterior acha-se agora familiarizado com todo o eu, ou toda a identidade, e possui ao seu dispor forças de que era previamente consciente. Em períodos de exuberância, quando funcionam na perfeição, e gozam de extraordinária saúde, quando são capazes de recorder e de manipular os vossos sonhos, então tais períodos são sinais da emergência desta nova consciência.
The Early Sessions Book 7
Dá-se um processo de curto-circuito em que até mesmo as boas intenções são distorcidas e votadas para outros propósitos. Aquilo que é temido é temido tão fortemente e é concentrado com tal intensidade que é atraído em vez de ser repelido. A abordagem nãpo deveria assenter no receio mas no amor e na paz; não no temor de uma saúde precária mas concentração no gozo da boa saúde; não no medo da pobreza, mas concentração nas fontes ilimitadas disponíveis na vossa terra.
O desejo atria mas o medo também atria. O medo intenso é altamente perigoso a este respeito e neste contexto.
The Early Sessions Book 8
…deve seguir este exercício três vezes ao dia: Deve imaginar que a energia e vitalidae do universo preenche a forma da sua esposa de vitalidade e saúde.
The Early Sessions, Book 8
Anteriormente recomendei um bom hipnotizador, na esperança de que a mulher encontre o seu caminho caso recebesse sugestões positivas; porquanto mesmo que o eu interno tenha resolvido os seus problemas, seria preciso ajuda psicológica na inversão a tendência física. Esperava que um tal hipnotista pudesse agir como guia, caso a personalidade se achasse preparada para iniciar um percurso rumo à saúde. A personalidade interior não se achava preparada.
The Early Sessions Book 8
A existência de uma doença crónica, por exemplo, poderia ser uma medida de disciplina, que os capacitase a usar capacidades mais profundas que tenham ignorado numa vida de plena saúde.
Seth Speaks
A doença e o sofrimento são o resultado de uma energia criativa mal aplicada. Contudo, fazem parte da força criativa. Não procedem de uma fonte diferente de, digamos, a saúde ou a vitalidade. O sofrimento não é bom para a alma, a menos que os ensine como deter esse mesmo sofrimento. Esse será o propósito que terá.
Seth Speaks
Mas caso se deparem com falta de saúde, falat de um trabalho significativo, falta de abundância, um mundo de tristeza e mal, entãoassumam que esas crenças sejam defeituosas e examinem-nas.
The Nature of Personal Reality
Se padecerem de problemas físicos, concentrem-se em vez disso nas porções saudáveis do vosso corpo e nas funções desimpedidas de que gozam. Nas áreas saudáveis, as crenças que abrigam funcionam a vosso favor. Conforme eu mencionei, os sons internos são de uma importância extrema. Cada um dos átomos e moléculas que comõem o vosso corpo possui a sua própria realidade em termos de valores sonoros que vocês não ouvem fisicamente.
The Nature of Personal Reality
Por si só, os vossos pensamentos virão e irão por meio das vossas crenças com igual naturalidade; mas idealmente, eles equilibrar-se-ão, mantendo a própria saúde e dirigindo o vosso corpo de modo que as terapias inatas tenham lugar.
The Nature of Personal Reality
Uma crença súbita ou intensa na saúde pode efectivamente inverter a doença, mas de uma forma muito prática, dá-se o inverso em termos de tempo. Novas memórias são inseridas no lugar de velhas, na medida do que diz respeito às células em tais condições.
The Nature of Personal Reality
Parece que vocês sejam altamente civilizados por deositarem os vossos enfermos nos hospitais, onde posssam receber tratamento. Aquilo que fazem, evidentemente, é isolar um grupo de pessoas que estão repletas de crenças negativas com respeito à doença. O contágio de crenças espalha-se. Os pacientes encontram-se nos hospitais por estarem doentes. Tanto o doente como os seus médicos partem desse princípio. As parturientes são colocadas nos mesmos ambientes. Isso poderá parecer-lhes muito humano, porém, todo o sistema  é estruturado de modo que o parto não pareça ser o resultado da saúde, mas da doença.
The Nature of Personal Reality
No mais simples dos exemplos mundanos, se viverem num ambiente equilibrado e salutar, as vossas plantas caseiras e os vossos animais também estarão bem.
The Unknown Real V 2
Um dos níveis da vida onírica lida particularmente com as condições do corpo, e transmitem-lhes não só indícios de dificuldaes de saúde, mas as razões de ser e as formas de as contornarem. Informação acerca do futuro prováel é igualmente dada para os ajudar a definir escolhas conscientes.
The Nature of the Psyche
Infelizmente, muitos dos vossos programas públicos de saúde e afirmações comerciais propagadas por intermédio dos diversos meios de informação, fornecem-lhes meditaç~eos e massa do tipo mais deplorável.
Refiro-me àqueles em que sugerem os sintomas específicos das civersas doenças, em que é avançado ao indivíduo para examinar o seu corpo com esses sintomas na ideia. Também me refiro àquelas afirmações que infelizmente especificam doenças em relação às quais a pessoa não experimente qualquer sintoma de tipo observável, mas em que é advertido quanto à possibilidade desses eventos físicos desastrosos poderem estar a ocorrer, independentemente das sensações de boa saúde que apresentar.
The Individual & the Nature of Mass Events
Os médicos, por exemplo, são frequentemente extremamente pouco saudáveis, por estarem de tal modo sobrecarregados com essas crenças específicas que a sua atenção se concentra mais nessa área do que outros não tão envolvidos.
The Individual.&  the Nature of Mass Events
A crença num Deus que provê, seja por que nome for que adopte, é com efeito uma exigência psicológica para a plena saúde de corpo e espírito.
Dreams, Evolution &  Value Fulfillmt V2


Sem comentários:

Enviar um comentário